biografia


Slider

Horácio Dídimo Pereira Barbosa Vieira foi um poeta, ficcionista e ensaísta brasileiro. Nasceu em Fortaleza-CE no dia 23 de março de 1935 e faleceu no dia 02 de setembro de 2018.

Filho de Dídimo Barbosa Vieira e Emir de Horácio Vieira. Fez os cursos primário e secundário no Colégio Cearense e, indo para o Rio de Janeiro, bacharelou-se pela Faculdade de Direito da antiga Universidade do Estado da Guanabara. Posteriormente se licenciou em Letras pela então Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade Federal do Ceará. Mestre em Literatura Brasileira pela Universidade Federal da Paraíba (1978) e Doutor em Literatura Comparada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Foi advogado do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas e Chefe da Assessoria Jurídica da Secretaria de Viação, Obras, Minas e Energia do Estado do Ceará. Foi professor de diversos colégios de Fortaleza, bem como do Departamento de Literatura e da Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal do Ceará, onde ministrava as disciplinas de Literatura Brasileira e Literatura Infantil.

Participou do movimento concretista cearense, no qual atuou com destaque, distinguindo-se pela elevada qualidade de sua poesia. Colaborou ativamente na imprensa de Fortaleza e, ocasionalmente, na revista Clã. Foi fundador do grupo SIN (de sincretismo) juntamente com Roberto Pontes, Pedro Lyra, Linhares Filho e Rogério Bessa, marcado pela publicação da Sinatologia (1968), volume que reuniu poemas dos participantes daquele movimento, cuja meta era a renovação das letras cearenses.

Escreveu vários livros no campo de poesia, ensaio e literatura infantil, entre os quais se destacam Tempo de Chuva, Tijolo de Barro, A palavra e a Palavra (Amor – palavra que muda de cor), A nave de Prata, A Estrela Azul e o Almofariz (poesia).

Foi membro da Academia Cearense de Letras, da Academia Cearense da Língua Portuguesa, da Academia de Letras e Artes do Nordeste, da Academia Brasileira de Hagiologia, da Academia de Ciências Sociais do Ceará, da Associação Brasileira de Bibliófilos, sócio honorário da Academia Fortalezense de Letras e sócio correspondente da Academia de Letras e Artes Mater Salvatoris (Salvador-Bahia). Era membro da Comunidade Católica Face de Cristo.

Fonte: Wikipédia